Soul / Alma

sequoia

[Eng] It is the nature of Man to think of things as a human condition. From this it follows that every Man thinks of things in an Individualized way, because he considers himself as an individual.
It turns out that not even man is an individual, so even thinking about himself in this way is a mistake.
With regard to the Soul, it’s the same thing.

Every Man possesses his physical body, which is a body, a manifestation of the material World, which is generated, operated, grows and also operates itself, produces things through the movement of other bodies, it grows old and succumb to the action of time that ends up dissolving it and making it invisible. But still a body. Solve et coagula.
Every Man is filled by a Soul, which has been breathed by the Creator into that being during his birth and who leaves that body at the time of its Transition, or what is commonly called Death, but which is nothing other than another Rebirth.

The Soul does not inhabit the body of Man in the sense that this body serves as a cage or an encapsulation for the Soul. The Soul fills the Body, it pierces the body, but the body does not hold the Soul. The human Soul is not individualized, in the sense that there is no Soul A, Soul B, Soul C. There is rather a Soul Personality, which is the sum of the experiences of that Soul in its interactions with the World, while it does not reintegrate itself with the Creator. A mutant Soul Personality since, for the Soul, being itself Eternal in the image of the Creator, chronological time is something that does not exist, being this Soul Personality, as a result of this, constantly changing.

The Soul, whatever it is, is only part of a whole, which is a Universal Soul, not individualized, and therefore not being comprehensible in this way and by these human standards. A good analogy for this would be to imagine a set of electric lamps connected in parallel, and the Universal Soul as the electric current that feeds all these lamps, each lamp being a Being. When passing this electric current the lamps will light each one in varying colors and intensities, depending on their own bodily characteristics, which are determined, among other things, by the physical conditions of the lamp but also by the spiritual conditions of the lamp. Our goal, as a human seeker for evolution, is to continuously improve the color and brightness of your lamp.

What is left of our lives, stays with the Soul. The whole of our actions and operations reverberates in the infinite space through our Soul. What happens to the Soul after the Transition is a direct consequence of what it did as it dealt with the Human condition. Every Soul, as part of a Universal Soul, must aim for its reintegration with the Creator.

The way: the Cross and the Rose. The Rose and the Cross.

[Por] É próprio da natureza do Homem pensar nas coisas enquanto condição Humana. Disto decorre que todo Homem pensa nas coisas de maneira Individualizada, porque considera-se, a si próprio, como um indivíduo.
Acontece que nem mesmo o Homem é um indivíduo, portanto mesmo pensando sobre si mesmo desta forma comete um erro.
Com a Alma, é a mesma coisa.

Todo Homem possui o seu corpo físico, que é um corpo, manifestação do Mundo material, que é gerado, operado, cresce e também ele mesmo opera, produz coisas através da movimentação de outros corpos, por fim envelhecendo e sucumbindo à ação do tempo que termina por dissolvê-lo e torná-lo invisível. Mas ainda assim um corpo. Solve e coagula.
Todo Homem é preenchido por uma Alma, que fora insuflada pelo Criador naquele ser durante o seu nascimento e que abandona aquele corpo no momento de sua Transição, ou o que se chama comumente de Morte mas que nada mais é do que outro Renascimento.

A Alma não habita o corpo do Homem no sentido de que este corpo sirva de involucro ou encapsulamento para a Alma. A Alma preenche o Corpo, trespassa o corpo, mas o corpo não detém a Alma. A Alma humana não é individualizada, no sentido de que não existe Alma A, Alma B, Alma C. Existe sim uma Personalidade Alma, que é o somatório das experiências daquela Alma em suas interações com o Mundo, enquanto ela própria não se reintegra ao Criador. Uma Personalidade Alma mutante já que, para a Alma, sendo ela mesma Eterna à imagem do Criador, tempo cronológico é algo que inexiste, estando esta Personalidade Alma, em decorrência disto, em constante mutação.

A Alma, qualquer que seja, é apenas parte de um todo, que é uma Alma Universal, não individualizada, e portanto não sendo passível de compreensão desta forma e por estes padrões humanos. Uma boa analogia para isto seria imaginarmos um conjunto de lâmpadas elétricas ligadas em paralelo, e a Alma Universal como a corrente elétrica que alimenta todas essas lâmpadas, sendo cada lâmpada, um Ser. Ao passar esta corrente elétrica as lâmpadas se acenderão cada qual à sua maneira, com cores e intensidades variadas, a depender de suas próprias características corpóreas, que são determinadas, entre outras coisas, pelas condições físicas da lâmpada mas também pelas condições espirituais da lâmpada. Nosso objetivo, enquanto Humano buscador por evolução, é  melhorar a cor e o brilho da sua lâmpada continuamente.

O que fica de nossas vidas, fica com a Alma. O conjunto de nossas ações e operações reverbera no espaço infinito através de nossa Alma. O que acontece com a Alma, após a Transição, é consequência direta do que ela fez enquanto lidou com a condição Humana. Toda Alma, enquanto parte de uma Alma Universal, deve ter por meta a sua reintegração com o Criador.

O caminho: a Cruz e a Rosa. A Rosa e a Cruz.